(Espaço para um título pseudo-inteligente/divertido/original/legalzinho)


Eu continuo

Eu continuo “vivo”.

Fiquei um looooooongo tempo sem escrever aqui, não que alguém tenha sentido falta. Essa pausa não teve motivo específico, simplesmente parei, sempre ia deixando pra escrever depois & depois & depois, e esse depois era sempre DEPOIS.

 

Eu continuo zé-graça.

 

Minha vida mudou um pouquinho de lá pra cá. Mudei de emprego, agora tenho um trampo fodão e divertido, pelo menos eu ainda gosto. Agora trabalho numa unidade da Livraria Cultura (www.livrariacultura.com.br), sou vendedor :), fico na parte de CDs e DVDs. Pra passar nessa porra foi muito difícil, o processo seletivo foi cabuloso, mais difícil que o vestibular. Por algum motivo que me parece obscuro fui aprovado... E nunca aprendi tanta coisa em tão pouco tempo, me explico, uma das características dos funcionários da Cultura é que são todos super-cultozinhos (desculpem o tom pejorativo, não posso evitar, provavelmente passei porque me encaixo no perfil) portanto o convívio ajuda a aumentar a “bagagem cultural”. E o fato de lidar diretamente com PESSOAS é outro grande diferencial, creio que nesses quatro meses me tornei mais “sociável”, quer dizer, menos introvertido, ou sei lá, algo assim. As senhoras que freqüentam o lugar gostam de mim, dizem que sou atencioso e educado, vê se pode, estou virando uma pessoa melhor, ou só estou mais falso e cínico, afinal não sou Atencioso & Educado de graça... Mas voltando, fugi do tema, gosto muito do que faço, vender cultura é tão mais legal, não vendo algo inútil, as pessoas vão lá pra comprar bons livros, bons filmes, vão atrás de boa música e poder ajudá-las a encontrar é quase gratificante. E o que aprendo com essas pessoas não tem preço, vou virar uma enciclopédia, manjo desde de MPB até o Death Metal, passando pelo Cinema Asiático, descascando um pouco de Literatura Latina, admirando boa Arquitetura (porra! ha ha) e tudo mais misturado. Livraria Cultua do Shopping Market Place, mezanino da loja, estou lá, em algum lugar...

 

Eu continuo usando “aspas” “demais”.

 

Fora isso, teoricamente me formei, até fui numa formatura... Só que não era minha, terminei o último semestre, só que carreguei três DPs he he, esse último semestre foi desastroso, −Uma vergonha menino, uma vergonha! Não agüentava mais, estava de saco cheio, mas mesmo assim só fiquei de DP por causa das faltas, vou fazer essas três matérias esse ano, e depois adeus pra faculdade, por enquanto.

 

Eu continuo tomando mais café do que água.

 

Ainda sinto dificuldade de escrever, é difícil quando não tenho um bom motivo, e mais difícil ainda quando não sei o que é um bom motivo, mas continuo lendo que é uma beleza, e o fato de trabalhar na Livraria não ajuda muito, gasto mais do que devia/posso com livros, levando em conta que eu tenho um desconto legalzão e que só são descontados no salário no outro mês já viu né? Se não trabalhasse lá nunca ia gastar o que gasto com livros. Sorte que não compro DVDs nem CDs, senão meu salário seria todo em páginas e disquinhos redondos com um buraco no meio.

 

Eu continuo tomando mais cerveja que café.

 

Meu salário de agora é mais que o dobro do antigo e mesmo assim não juntei um real, quanto mais se ganha, mais se gasta (!). Como trabalho nos fins de semana tenho menos tempo pra farrear, mas quem disse que isso faz diferença? O resultado é domingão quase sempre de ressaca, tente ser Atencioso & Educado com sua cabeça sambando e as luzes piscando.

 

Eu continuo gostando de jaca.

 

Voltei aqui, mexi no blogue, arranquei as propagandas, corrigi alguns links... Mas o principal é que continuo puto com o Uol Blog, é simplesmente ruim, por isso acho que a partir de hoje vou continuar continuando daqui ó:

 

http://minharepubliqueta.wordpress.com/

 

Eu continuo dizendo que vou escrever em algum lugar regularmente.

 

Não é uma promessa, mas esse aqui tá praticamente sepultado, vai pra agora? Te dou uma jaca e um desconto em livros!



Escrito por Joaqu?m às 21h41
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Choradeira e blá blá blás. Jaca no pacote.

A vida deve estar fácil. É claro que a minha. A sua deve estar a mesma bosta maravilha de sempre (Ha!). Digo isso porque não consigo escrever, quase não tenho nada pra reclamar, não to puto com muita coisa atualmente. É tem a “crise” política e tal, mas quem se importa? Eu não. Minha acidez anda meio baleada. Crise de foda-se de novo? Triste isso.

 

Dessa vez nem posso colocar a culpa na falta de tempo, passei o feriado todo em casa, sem fazer porra nenhuma. Planejava escrever sobre o filme Tropa de Elite, sobre os novos iPods e sobre um dos livros do Buk (um pra cada blog). Mas não rolou. Sentei, olhei pro Word, o Word olhou pra mim, eu o ofendi, ele me ofendeu, demos as mãos, marcamos um almoço e fui ver minhas séries e filmes.

 

Escrever? Pra quê? Não nesse fim de semana, vou procurar algo pra me ofender, pra poder ofender alguém escrevendo sobre, sem provocar não tem graça. Se eu não mudar de idéia falo aqui sobre o Curso CFC que to quase acabando, vou descrever o que identifico como instinto “trágico/sádico” do meu professor, que se “diverte” editando videozinhos cabulosos com cenas de acidentes de automóveis. São bem feitos. Tem até aquelas trilhas sonoras chocantes...

 

E podem deixar. Vou procurar algo que me irrite, ou vou voltar a me irritar com o que me irrita(va). Ou então só tomo vergonha na cara e escrevo. Pra que mesmo?

 

Alguém ai gosta de jaca? Hoje passei numa feira e quase trouxe uma jaca pra casa, o foda é que tinha gastado minha pouca grana com o clássico Pastel de Feira & Caldo de Cana. Por que as feiras não aceitam cartão?

 

Sério. Gosto de jaca. É bom.



Escrito por Joaqu?m às 23h24
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Mea culpa! Mea máxima culpa! (Me imaginem dando socos no peito ha ha)

Bem, bem, quase um mês pra postar de novo? Isso é muito até pra mim que não sou nada constante, certo? Tenho explicações e gostaria de dividir com vocês, já que justamente no momento que este blogue começa a ser acessado, e o melhor: comentado por mais gente com um nível de inteligência aceitável (isso é um elogio hein he he, no começo era triste...), eu em vez de tentar pescar de vez essas pessoas com novos posts e comentários em seus respectivos blogues, simplesmente desapareço e não dou notícias. Isso aconteceu por alguns motivos:

 

1º: Em primeiro lugar tenho que assumir que é culpa da preguiça, no pouco tempo livre que tinha podia ter dado certa prioridade a isso aqui;

 

2º: Farta tempo, mesmo ficando em casa nos fins de semana (pelo menos nos últimos), isso porque continuo com minha árdua tarefa de acumular “conhecimento” geral, no futuro vou ser tipo um expert em cultura Pop ha ha. Isso porque acompanho algumas (várias) séries atuais, fora isso tenho muitos filmes pra ver, os cults, os clássicos, os trashs e tudo que é muito bom, ou muito ruim. E aqui cabe uma observação: tudo isso conseguido através de downloads devidamente ilegais, assunto polêmico sei, mas estou para dar meus motivos em um post dedicado a exatamente isso, mas não aqui;

 

3º: Outra coisa que vem tomando muito do meu tempo é mais um dos meus “Projetos Paralelos”, dessa vez também um blogue, mas com mais pessoas envolvidas (o que garante a continuidade he he, porque se depender só de mim... gaveta!). Esse novo site é bem planejado (ou quase), nós temos domínio próprio (o tal do qualquercoisa.com), o projeto inicial é bem abrangente, vai funcionar mais ou menos assim: serão 6 blogues dentro de um principal, um deles tá quase redondo, já já posto aqui, e conto com a visita e avaliação de vocês. Entre os 6 canais estão Séries, Cinema e Tecnologia, são nesses que entro, dessa vez continuidade será exigida, e como todos tem focos e características bem claras fica mais fácil de criar uma identidade. Logo logo mostro pra vocês...;

 

4º: E por último(?), porém não menos importante, essa porra de Uol Blog, sinceramente, cansei ha ha, ele é meio tosco sei, mas tem lá seu charme, mas simplesmente não existe a possibilidade de ser indexado pelo Google, aqui uso o Analytics, um dos serviços do Google que oferece a possibilidade de “controle” dos acessos do site, por exemplo: sei de onde as visitas vem, quantas são, quanto tempo ficam no site, de que site vieram e etc (visitas de Porto Alegre, Brasília, BH, Salvador, essa galera não comenta? He he, se identifiquem ai por favor:). O problema é que a chance de alguém descobrir isso aqui pelo Google é mínima, porque o blogue até aparece nos resultados, mas quando a pessoa clica vem pra Home, não pra página do termo procurado. Por exemplo, mais de 50 pessoas vieram parar aqui por causa de um post em que coloquei links de dois Animes cabulosos, só que quem cai aqui não acha, porque esse post se encontra lá atrás.

Tirando a limitação gigantesca de mexer no layout, puta que pariu, não sei se dá pra perceber, mas arranquei meu Histórico he he, pra jogar os anúncios, esses são só testes, porque esse blogue não tem tráfego suficiente para eles serem relevantes como fonte de renda, na verdade chega a ser ridículo. Por essas e outras fico meio desanimado pra escrever aqui...;

 

5º (Essa parte é uma Ficção hein?) E por último 2 – O Retorno: Suponhamos que por causa dos últimos motivos eu tenha criado outro blogue, com o mesmo nome em outra ferramenta de Blogs, só que uma de verdade, suponhamos que seu endereço seria: minharepubliqueta.wordpress.com (é só uma suposição hein, não vá copiar e colar no seu navegador só pra ter certeza que “esse muleque não tá zuando”, porque deve ser horrível ficar com uma pulga na orelha se perguntando: será?) suponhamos ainda que tenha copiado pra lá alguns textos que acho legais e que não são datados, suponhamos que eu venha aqui e anuncie esse novo/velho blogue, suponhamos também que esse outro serviço facilita bastante na importação de conteúdo se eu for para um domínio próprio, e por fim, suponhamos que eu peça a visita de vocês lá e as suas opiniões, será que rolaria?

 

“Ah, hei! Psiu, cá entre nós, que ninguém nos ouça, lá os posts não tem limite de caracteres, não é a Terra Prometida!?”



Escrito por Joaqu?m às 23h26
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Gênio & Dedicado!

Só posso rir das minhas notas. Como sempre um aluno dedicado ao extremo, um dos melhores da sala, que faz de tudo para ter a nota máxima, só pra mostrar pros outros que sou mais capaz que eles, tipo uma disputa de quem mija mais longe. Ha ha.

Sério agora (hã?), ainda bem que o curso tá acabando, porque a cada semestre que passa vou piorando, até nas matérias que gosto vou mal, por pura preguiça ou falta de saco pra estudar, isso porque, sinceramente, não sei estudar, não nasci pra me dedicar a algo que eu não goste muito, mas muito mesmo.

Por isso a política de empurrar com a barriga, fazendo somente o necessário, NADA a mais que isso. Na verdade é tudo um jogo, só pra mostrar pra mim mesmo que consigo quando quiser, do jeito que quiser. O chato é que até agora deu certo, todo semestre sempre pego de duas a quatro Provas Substitutivas (também conhecidas como Exames) e nunca peguei uma DP, mas acho que dessa vez vou conseguir, acho que não escapo da DP de Língua Portuguesa V, é praticamente inevitável, ha ha, não gosto dessa porra, por isso não consigo aprender, porque não quero.

Faço Letras e não gosto de Gramática, e ai? Legal né? Essa semana tenho as duas Subs, vamos ver se me livro da de Literatura Portuguesa, que por sinal só peguei porque não fiz os trabalhos, porque se tivesse feito minha nota ia às alturas, eram trabalhos simples, mas chatos... As outras matérias foram levadas de um jeito bem mais ou menos, nesse semestre nem faltei tanto, e também não dormi nas aulas, um progresso e tanto!

Pra vocês (quantos são exatamente? Será que já tenho uns 5 leitores?) o quadro das minhas notas (com alguns rabiscos) um exemplo que não deve ser seguido! Se vocês tem filhos, ou pretendem ter algum dia, e acreditam em Deu$, rezem pra não serem como eu, ou melhor, rezem para que não tenham aula comigo, porque se pegar alunos parecidos comigo, acho que vou dar um desconto ha ha.

Como vou para o último semestre, acho que vou levar mais a sério, só pra ver o que que pega :), parece que vai ser mais divertido por ser o último, já prometo média 10 em todas as Literaturas (Brasileira, Portuguesa e Americana), talvez um 8 em Estilística, e mais de 7,5 nas outras matérias que nem sei quais são. Veremos.



Escrito por Joaqu?m às 22h04
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Que venham os tijolos!!!!

Como tava sem muita idéia pra escrever (é eu sei, esse papo é chato e desnecessário, mas é verdade ha ha) resolvi falar dos meus novos planos com meus livrinhos. De repente meu novo vício em literatura “barata” ficou mais brando, agora a idéia é encarar tijolões clássicos. Numa das aulas de Literatura Inglesa, no seminário apresentado por um grupo que falava de James Joyce perguntei pra professora se ela já leu Ulisses, e eu nunca faço perguntas na facul, nunca! A resposta dela foi sincera, leu alguns trechos na faculdade. Também um livro com quase mil páginas que narra os acontecimentos de apenas um dia! E ainda mais em uma linguagem inovadora e difícil? Perfeito. Naquela hora decidi que ia ler essa porra. Agora é só comprar e ler ha ha, o chato é que os livros tem seus preços marcados pelo número de páginas (aquela história das árvores derrubadas e tal), por isso esse é meio caro (não se assustem, eu trabalho no BuscaPé, então não chega a ser uma propaganda gratuita, e por uma dessas coincidências do universo sou responsável pela parte de Livros. Oh! Que choque! Dúvidas sobre pesquisas de livros e preços manda pra cá pedido@buscape-inc.com , mas isso é segredo nosso Ok? Fotos de Pornografia para imeiu pessoal certo?).

 

O outro caso é o seguinte, no último semestre da facul um dos professores mais “temidos” vai voltar a dar aula pra gente, gosto dele, o cara pega pesado, sempre me lasco nas matérias dele, mas é porque me recuso a fazer trabalhos! O que importa é que ele já mandou avisar, vamos trabalhar nesse semestre o trambolhos Grande Sertão: Veredas de Guimarães Rosa e Os Sertões de Euclides da Cunha, ou seja, tô fudido, vai ser divertido, acho que o Grande Sertão vai ser o primeiro livro que vou ler pra faculdade, sério, as outras grandes obras que a gente trabalhou já tinha lido antes, não queria reler, vai ver que esse é o motivo de meu desempenho ridículo no semestre do Realismo. De quebra ainda temos as obras completas de Monteiro Lobato pra trabalhar, que esse próximo e último semestre de faculdade promete não há dúvidas ha ha, vou poder dar uma de fresco e ficar falando: “Esse mês li mais de 2000 páginas, devo ser o equivalente a uns 1000 brasileiros”, quero ver quem vai ser besta de se impressionar com isso.

 

Então que venham Leopold Bloom, Riobaldo, Diadorim, até mesmo a Emília e a caralhada a quatro, vai ser divertido!

 

Ah, tempo pra isso? Bem dormir é para os fracos, já diria o tirano que dá aula de Literatura Brasileira e pediu esses livros, e a tática de ficar em pé no Metrô pra ficar lendo funciona, porque se sentar... durmo!



Escrito por Joaqu?m às 23h02
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Curta quatro "curtas"

Curta quatro "curtas"

 

 

O título desse post parece nome de festival de curta metragem, mas não é, a idéia é fazer pela primeira vez em milênios um post curto, então vamos, quatro coisas diferentes:

 

 

Crássicos!!!!!

Estou numa nova onda quando tratamos de cinema, ultimamente venho dando atenção aos grandes clássicos, em menos de duas semanas vi boa parte do que é considerado cult, entre eles dou destaque para Terra em Transe, Scarface, The Warriors e A Clockwork Orange. Não são considerados clássicos à toa. Recomendo, com ressalvas...

 

 

Doutor Casa?

Desisti da TV faz tempo, foi devidamente substituída pela Internet, pelo simples fato da possibilidade de opção, você escolhe o que ver. Pois bem, sou consumidor (ha!) de algumas coisas da cultura Norte Americana (ha!), umas delas é o costume de ver séries de TV, vejo as melhores, as melhores são as que todos vêem (será mesmo?), tudo isso só pra falar da minha mais nova série preferida, é House M.D., não vou dar resumo nem nada do tipo, no máximo o link ai pra conferirem. Só gosto muito. Recomendo. E ponto.

 

 

Ando com o Inferno no bolso

É isso mesmo, ando com o inferno no bolso, digo isso porque sou do tipo de pessoa que anda pra cima e pra baixo com a porra de um MP3 Player estourando na orelha. A questão é o que esse Player toca (os sons do inferno devem ser parecidos com o que ouço, já vou me acostumando...), meu novo interesse agora são as bandas extremamente pesadas, mais especificamente um novo gênero, denominado Metal Matemático, vê se pode isso.

E sim, sou do tipo de cara que senta do seu lado no ônibus e não dá a mínima pra seu desconforto por causa da minha música alta, na verdade não é bem assim, dependendo de quem tá do lado escolho a banda e o volume, quando incomodo é de propósito. He he.

Outra coisa é que não sou fácil de identificar como “fã” dessas coisas pra evitar a proximidade, não ando de preto, não tenho cabelo grande, não tenho brinco nem tatuagens visíveis, me visto como um cara normal, não me encaixo num estilo pré-definido. Por isso, se você mora em São Paulo e pega o Metrô à noite, tome cuidado ao sentar do lado daquele rapazinho de óculos e camisa rosa que parece estar tão entretido com seu livro e sua música... eu posso ser esse cara, e sua viagem pode ser bem mais sonora que o comum.

 

 

Espremo o livro e ele pinga álcool

Também na literatura tenho fases, quando descubro um autor que me agrada muito, leio tudo que acho de uma vez. Minha mais nova descoberta é Charles Bukowski, meu novo vicio, já li dois livros, vou ganhar mais dois e comprar mais um. Não sei até quando vou gostar do que ele escreve, nem sei se vou mudar de opinião algum dia, o fato é que AGORA gosto MUITO, como não gostava de uma nova descoberta desde Albert Camus. Talvez diga o porquê no outro blogue, é só reservar um tempinho pra escrever algo que mereça atenção.

 

  

Uma penca de link da Wikipédia, um viva para a informação livre?

 

E por mais que eu tente não consigo fazer um post pequeno :)

 



Escrito por Joaqu?m às 17h48
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Meus novos brinquedos

De repente, com um leve incentivo, fiquei com vontade de levar essa história de blogar um pouquinho mais a sério, só um pouquinho. A verdade é que a “estratégia” adotada para esse blogue está errada faz um tempo, nem sei como alguns ainda agüentaram, ficava sem postar por quase um mês, depois voltava e escrevia um post tão grande que tinha que dividir em dois. Resultado: ninguém tinha saco pra ler, para terem noção, nem a moça que foi doar sangue comigo leu o post sobre esse dia todo, foda né? Ha ha. Pois bem, o problema é que esse blogue nunca teve um foco, de propósito, só que ultimamente não sabia o que escrever, a falta de “foco” me atrapalhava, um dia falar sobre o livro que li e no outro falar do Suplicy cantando Racionais (genial!)? Não. Outra coisa que me irrita ainda é esse Uol Blog, que coisa tosca, se não fosse o histórico e a ligação sentimental (essa foi boa)...

 

 

Por essas e outras acabei decidindo mudar um pouco as coisas, colocá-las nos devidos eixos, por isso surgiram mais dois blogues independentes (que logo serão três), todos baseados no Wordpress, pra quem quer qualidade vale a dica...

 

 

 

Meus novos brinquedos são:

 

http://quatroportres.wordpress.com/

Blogue voltado apenas para Cinema, aqui vou falar única e exclusivamente dos filmes que vejo, coisas não muito conhecidas, mas com certa qualidade...

 

http://nemtente.wordpress.com/

Esse é só para Literatura, também com minhas opiniões e impressões sobre os livros que ando lendo, também não tão conhecidos, vai ver é questão de personalidade, síndrome de Underground ou algo assim, o fato é que tenho um gosto todo particular, fora do comum, destrincharei tudo por aqui.

 

 

(falta um)

Esse ainda nem comecei, quando tiver umas duas horinhas sobrando faço, vai ser sobre música, provavelmente o que tende a ser menos visitado, já que meu gosto musical bate o absurdo...

 

 

Com esses novos blogues quero apenas ter um motivo pra escrever, preciso exercitar, tentar “coisas” “novas”, outras abordagens, por isso que dou o título de Blogues
Experimentais. Comprometo-me (comigo mesmo, he he) a escrever um bom texto toda semana, vamos ver qual se desenvolve melhor e mais rápido, gostaria e agradeceria a visita de vocês.

 

 

Esse aqui continua, mais com a função estereotipada que os blogues têm a principio, um Diário (Arghh), ou algo assim. Nessa fase de mudanças esse aqui também sofreu, com ele vou fazer umas brincadeiras-testes, virou minha cobaia. E de novo, aqui passo uma vez por semana, seria bom se tivesse alguém pra ler, agora vou participar mais dos outros blogues, tem alguns que leio mas nunca comento, vou praticar o bom relacionamento, se é bom comento, se o meu for bom retribuem o comentário e de repente até voltam. E termino antes que tenha que dividir isso em duas partes. (Um novo estilo talvez? Finais de post abruptos?).



Escrito por Joaqu?m às 22h47
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Quem pode colaborar?

Devo ter sérios problemas com criatividade pra escrever, ou para cumprir prazos, o fato é que sempre deixo tudo pra última hora, e ultimamente falta a coragem de começar a escrever, começar é o problema, porque depois é só deixar ir, mas vamos lá, ontem foi um dia divertido, esse post será minha campanha Pró Doação de Sangue.

 

Se eu não tomar cuidado vou acabar indo pro céu, me explico, nesse sábado acordei 7:30 da madrugada só pra fazer uma boa ação, porra, pra quem dorme menos de 5 horas por noite acordar cedo num sábado é algo considerável. Mas beleza é algo que gosto de fazer, doar sangue é algo muito útil e quase indolor. Acordei no horário pra chegar ao lugar combinado com minha companheira de boa ação na hora certa, ela é do tipo de pessoa moderna (“Jornalista”), sem tempo pra nada, combina 300 coisas pra mesmo dia e pra mesma hora, então fiz esse favor, a chance de eu chegar na hora combinada em qualquer coisa combinada é mínima, mas dessa vez tava na Estação das Clinicas exatamente as 10:00, ela se atrasou 30 minutos. Há há.

 

Depois de tentar descer num elevador que só subia (!) resolvemos descer a rampa, chegamos no lugar, “- Doa em nome de algum paciente?”, “- Não”, “- Aceita um suco?”, “- Por favor”, “- Pode pegar na cantina, PRÓÓÓÓXIMO!!!!” É isso mesmo, felizmente o lugar tava cheio. A gente foi pra cantina, tomamos o suquinho Jandaia, é presto atenção na marca. Depois hora de ir, era só pegar a senha, enfrentar a parte mais dolorida do processo, que é espetar o dedo pra fazer o teste de anemia e medir a pressão, e esperar ser chamado, enquanto isso a gente conversava e eu me preparava pra enfrentar o já mencionado “cara do FBI” que me faria as perguntas pra saber se posso doar ou não, fazendo eu me sentir culpado por estar ali pra fazer uma boa ação. Certo, minha vez chegou, vamos lá, pensamento positivo, “isso NÃO é uma entrevista pra conseguir um passaporte americano”. Pra minha surpresa uma médica me esperava na Sala 5, mulher gentil e amável, tudo foi bem tranqüilo, ela perguntava e eu respondia na boa, não era como o outro cara que fazia as perguntas em seqüência e muito rápido, meio que tentando me fazer cair em contradição. E diferentemente (sempre quis usar isso!) da outra vez (hã?), essa não insistiu na história das drogas, perguntou uma vez e deixou pra lá, se interessou mais por minha vida sexual há há, da hora, mas foi bem mais fácil, até piadinhas rolaram, minhas e dela. Depois (e vou usar muito o “depois” como recurso estilístico, tipo redação de criança de quarta série: “Ai a Mariazinha deu um tapa na bunda da bruxa, ai o Joãozinho apertou o bico do peito dela, ai a bruxa ficou puta da vida, ai o Lobo apareceu e mandou o cara do Pé de Feijão ir se fuder...”) fui fazer o voto de auto exclusão, depois (há) fui direto doar, como não tinha preferência por braço não precisei esperar, cadeira para braço direito, o chato é que de novo era uma das cadeiras da frente, queria uma das de trás, só pra ficar observando a galera, mas como não rolou me contentei em ficar vendo os médicos passando pra lá e pra cá, alguns bem estranhos por sinal..., chega a moça, todo o processo normal, limpa o braço, amarra com borracha pra veia saltar, “- Abre e fecha a mão.”, pega a agulha e... ow aquela agulha é grossa pra caralho, não tinha percebido da outra vez, a enfermeira acertou na primeira, na hora o sangue começou a descer pelo tubo para a bolsa, tenho o fluxo muito rápido, o que significa que se algum dia tiver um corte muito profundo to fudido há há, menos de 10 minutos depois já tinha enchido tudo, mas antes disso fui excluído da possibilidade de doar plaquetas, o enfermeiro que tava do meu lado disse pro mano que explicava pras pessoas o que era essa doação que minhas veias não serviam, que bosta. Depois (!) cantina de novo pra pegar o lanche, que sempre é muito bom, apesar de ser um simples sanduicheicheiche de queijo com presunto.

 

A porra do Uol Blog tem limite de caracteres, se tu é doido(a) e chegou até aqui lê a segunda parte? Aqui em baixo.



Escrito por Joaqu?m às 00h08
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Quem pode colaborar? (Parte 2)

Fim da sessão boa ação. Fui convidado a ir ao antro clássico da classe mérdia, a mega loja Fnac, vamos lá né, não posso freqüentar livrarias, é um dos poucos lugares onde meu consumismo doentio me ataca, no resto quero que se foda, não gosto de shoppings, mas um monte de livros a minha volta? Quero levar vários, o problema é que sempre pego vários, mesmo com a grana curta, ai depois me lasco pra pagar... Por sorte eles estavam sem o 5º Volume da Torre Negra, seriam mais 80 realetas que não tenho pros cofres deles, a muito custo me contive e peguei apenas uma edição do Robinson Crusoé (já li, mas tenho trabalho sobre ele amanhã na aula de Literatura Inglesa, e pra falar a verdade devia estar pesquisando sobre agora...), depois (he he) de alguns impulsos meus e da Pri “- Nossa!!!!!!! A segunda temporada de Gilmore Girls!!!! Olha como tá barato! Preciso levar, mas não tenho dinheiro, ai que lindo, olha tá me chamando, mas não tenho dinheiro, era justamente a que eu queria, olha Joka, tem tudo aqui, vou levar! Que lindo, amanhã eu volto e levo, será que vai ficar mais caro?!” há há há há, a gente conseguiu sair de lá vivos e com as roupas do corpo, passei numa banca e comprei o livro “Misto Quente” do velho safado Charles Bukowski, agora vou ter o que ler, já que não consigo terminar a bíblia da geração Beat “On The Road”, do Kerouac, porque simplesmente me parece chato.

 

Sangue doado, dinheiro gasto, a missão estava cumprida, fui acompanhar a moça ao ponto de ônibus, no caminho uma senhora cega perguntava com uma caneca na mão: “Quem pode colaborar?”, balançava a caneca que tinha algumas moedas, senhora, eu também pergunto, do jeito que as coisas vão, quem pode colaborar??

 

Ah, e vão doar sangue. Informações: http://www.prosangue.sp.gov.br

Escrito por Joaqu?m às 00h04
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Isso é pura arte!!!

E sábado tem post novo, vou doar sangue, dessa vez descreverei tudo ha ha, por falar nisso vocês deviam fazer o mesmo, ó, sábado (21/04) 10:00h lá no Hospital das Clínicas, certo? Ou então em qualquer outro dia em qualquer outro lugar que faça coleta, só vá, e leve um amigo, basta ter mais de 50 quilos e ser saudável, simples.

 

O video foi só pra fazer graça, afinal o mundo é nosso mesmo, vamos desintegrar tudo!!!



Escrito por Joaqu?m às 23h13
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Homem, de 20 a 25 anos, Portuguese, English, Livros, Música
Histórico
Outros sites
  Escreveai
  Meu Blogue Sobre Cinema (4:3)
  Nem Tente (Don't try)
  Mário Bortolotto
  Ferréz
  L'absurdité de la vie
  A porra do meu Orkut :)
  Bestiário
  Releituras
  Desciclopédia
  Mixirica Mutante
  Visite à Vontade
  O Inconstante
Votação
  Dê uma nota para meu blog